Populares apedrejam viatura do PM durante protesto que interditou trechos da BR na grande João Pessoa

Fonte: Conexaopb com Paraíba.com.br

Publicada às 09/07/2024 17:47

A BR-101 voltou a ser bloqueada  no final da manhã desta terça-feira, (9) nos dois  sentidos, na altura da passarela do bairro Jardim Veneza, em João Pessoa. O protesto contra a morte dos dois jovens encontrados decapitados e enterrados na manhã desta terça-feira (9), em uma cova rasa no município de Bayeux.

Homens com os rostos cobertos por camisas e segurando pedaços de madeira atearam fogo em pneus e jogam bombas contra jornalistas que fazem a cobertura no local.

Muita fumaça provocada pelo incêndio pode ser vista na região. Equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram direcionadas ao local.

Informações dão conta de que os manifestantes enfrentaram a polícia a e apedrejaram as viaturas.

Entenda

Os corpos de Renan Douglas da Silva Xavier, de 16 anos, e Wendel de Caldas Silva, de 24 anos, desaparecidos há cinco dias, foram localizados amarrados e enterrados em uma cova rasa na Mata do Xém-Xém, em Bayeux, na manhã desta terça-feira (9).

Nos corpos foram encontradas marcas de tiros e uma perícia também deve identificar golpes por arma branca e possivelmente um facão encontrado ao lado dos corpos foi utilizado para degolar e ferir as vítimas, segundo o delegado Diego Garcia.

Renan Douglas e Wendel de Caldas desapareceram na quinta-feira (4) após saírem do Jardim Veneza com destino ao bairro Imaculada, em Bayeux, onde foram adquirir paletes que seriam revendidos em João Pessoa. Funcionários de uma sucata em Bayeux relataram que os jovens chegaram por volta das 14h e saíram após as 16h.

Nesta segunda-feira (8) familiares e amigos dos jovens realizaram um protesto, bloqueando a BR-101, para cobrar investigação do caso.

Veja Vídeo:

Tocador de vídeo