Saltadores do Brasil conhecem local onde será competição em Budapeste

Saltadores do Brasil conhecem local onde será competição em Budapeste

- Categoria: Esportes

A equipe brasileira de saltos ornamentais conheceu na manhã dessa quarta-feira (12/07), a Arena Duna, casa dos Saltos e da Natação, em Budapeste, no 17º Mundial de Esportes Aquáticos FINA, com início nesta sexta-feira, dia 14, na Hungria. Se a primeira impressão é a que fica, a competição tem tudo para ser um espetáculo. Foi essa a sensação da equipe brasileira ao entrar na piscina e vê-la em pleno funcionamento, tomada pelos atletas de diversas nacionalidades do horário de treino anterior, experimentando as plataformas e trampolins.

O Brasil chegou a Budapeste após disputar o Grand Prix de Bolzano, na Itália, em que teve excelente campanha e faturou cinco medalhas. Ian Matos será o primeiro atleta do país nas águas húngaras. Tendo o trampolim de três metros como sua prova principal, Ian competirá às eliminatórias do trampolim de um metro, de forma estratégica, para entrar mais rápido no clima da competição. Completando sua sequência de disputas na Hungria, Ian irá saltar, ao lado de Tammy Galera, a prova mista do trampolim de três metros sincronizado.

“Eu não treino para a prova de um metro, mas vai ser importante para me preparar, quebrar o gelo e poder pensar em uma estratégia. A minha prova tem muitos inscritos, vai ser a mais longa da competição, então essa primeira etapa vai ser boa para avaliar a sequência de saltos. A piscina está muito bonita, os trampolins são novos e eu estou doido para que comece logo. Gostei bastante da competição na Itália, foi importante para entrar no fuso daqui”, analisou Ian Matos.

Assim como Ian, Tammy Galera e Luana Lira também disputarão as eliminatórias do trampolim de um metro. Tammy e Luana ainda disputarão as eliminatórias do trampolim de três metros, no individual e também no sincronizado, na sequência da competição.

Deixe uma Resposta