Euller Chaves destaca apreensão de quase 1,8 armas e apreensão de mais de 600 quilos de maconha. CONFIRA!

Euller Chaves destaca apreensão de quase 1,8 armas e apreensão de mais de 600 quilos de maconha. CONFIRA!

- Categoria: Policial
O comandante geral da Polícia Militar Coronel Euller Chaves destacou que entre as ações desenvolvidas pelas forças de segurança do Estado, estão a a apreensão de 1.744 armas de fogo e mais de 687 quilos de entorpecentes nos primeiros seis meses do ano.  Durante entrevista ao Programa Rádio Verdade do Sistema Arapuan de Comunicação desta terça-feira (11) o comandante afirmou quem também  foi verificada uma queda de 24% nas ocorrências consumadas de crimes patrimoniais contra instituições financeiras no Estado no mesmo período. 
 
Ele explicou que de acordo com o Núcleo de Análise Criminal e Estatística (Nace) da Sesds, foram retirados de circulação 799 revólveres, 187 pistolas, 454 espingardas e 304 outros tipos de armas de fogo. Em relação às drogas, foram apreendidos 628,9 quilos de maconha (mais 190%), 36,5 quilos (mais 11%) de crack e 22 quilos (mais 32%) de cocaína, o que representa um aumento de 158% no total de quilos que deixaram de ser comercializados graças às ações das polícias estaduais. 
 
Em relação aos ataques a banco, segundo o comandante geral da PM  de janeiro a junho, foram 41 registros de ocorrências este ano e 54 no ano passado. Os números estratificados mostram 33 furtos com explosões este ano e 38 no ano passado (-13%) e em relação aos furtos com arrombamento quatro ocorrências contra 13 (-69%) no ano passado.
 
Ele disse ainda que a  Paraíba registrou uma redução de 9,6% de crimes contra a vida contabilizados no 1º semestre de 2017, em relação ao mesmo período do ano passado. De 2012 a 2016, a taxa de homicídios na Paraíba saiu de 40,4 para 33,1 casos por 100 mil habitantes.
Os dados apontam que de janeiro junho deste ano foram registrados 628 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), que são os homicídios dolosos ou qualquer outro crime doloso que resulte em morte. Em 2016, nos seis meses, foram 695 casos. Em relação aos homicídios com vítimas do sexo feminino, a Paraíba registrou 40 casos no 1º semestre de 2017 contra 53 no mesmo período do ano passado, o que representa uma redução de 25% das ocorrências.

Deixe uma Resposta